Você sabia que a cor das fezes do bebê pode indicar como está sua saúde?

Confira o que as alterações nas cores podem significar

publicidade

Tanto as mamães de primeira viagem quanto aquelas que já tiveram o primeiro filho se preocupam com uma série de detalhes em relação aos bebês. Eles nascem tão frágeis, tão dependentes, que tudo o que envolva sua saúde e bem estar é observado com muito cuidado e atenção. 

Você sabia que a cor das fezes do bebê pode indicar como está sua saúde?

É nessa fase em que eles estão descobrindo o mundo fora daquele lar quentinho que os envolvia com tanto carinho. Muitas cores, pessoas, sons, um universo de descobertas que encanta os pequenos. Além de todo esse conjunto de novas coisas, caminham juntos os sabores dos alimentos, a fragilidade de um organismo que ainda está se desenvolvendo e a exposição a um mundo inteiro fora da barriga.

Quando os bebês nascem, eles ainda não têm todos aqueles anticorpos que nossos avós falavam para nossas mães que a gente estava ganhando quando brincávamos na areia e sujávamos toda a roupa nova. Sim, a gente também sabe que na maioria das vezes eles falavam isso para que não levássemos aquela bronca, mas de certa forma, eles tinham razão.

Devido ao fato de seu sistema imunológico estar em formação, é possível que os bebês apresentem algumas intolerâncias a alguns alimentos e estejam propícios a ter alguma infecção ou desequilíbrio intestinal. Para que os papais possam saber se há algo de errado com os pequenos, uma das nossas dicas é que eles estejam atentos a cor do cocô do bebê, por meio dessa característica é possível saber se algo na saúde do pequeno não está indo bem.

A dica é: percebeu que algo não está normal? Marque uma consulta com o pediatra para que ele possa avaliar melhor o que está acontecendo com o organismo do bebê. Nada de consultar o Consultório Internet de Pediatria, inventar receitas, chás e simpatias mirabolantes para solucionar o problema, pois uma coisa que até então era simples, pode se agravar. É importante que você observe também o bebê vem apresentando pouco apetite, se tem se sentido enjoado, irritado, entre outros fatores incomuns.

Bom, agora que já te demos uma prévia de sintomas que podem levar a uma coloração diferente das fezes do bebê, vamos ao significado dessas cores para que os papais sigam informados com os cuidados de seu filhote.

Verde

Essa coloração verde é característica dos primeiros cocôs dos bebês, chamados de mecônio. Conforme os dias de nascimento vão se passando, a cor muda e vai clareando. Após esse período, caso as fezes do bebê volte a apresentar essa cor, pode ser que haja alguma intolerância alimentar, alguma infecção ou até mesmo indique o uso de medicamentos.

Branca

Quando as fezes do bebê apresentam essa coloração pode ser que esteja ocorrendo uma má digestão, decorrente da ausência de bile, um líquido que é produzido pelo fígado e que permite com que as gorduras consumidas sejam digeridas.

Vermelha

Nesse caso de fezes vermelhas, uma das possibilidades é que o bebê tenha consumido muitos alimentos dessa coloração, como beterraba. No entanto, é preciso estar sempre atendo porque caso o cocô dos pequenos apresente essa coloração, pode ser que esteja havendo alguma infecção intestinal, prisão de ventre e até mesmo uma alergia a algum alimento, o que faz com que haja presença de sangue nas fezes, por isso a coloração vermelha.

Marrom escuro

Com o passar do tempo e a introdução de novos alimentos, as fezes dos bebês podem passar a ficar mais escuras, nesse tom de marrom escuro. Isso acontece principalmente com a chegada de novos alimentos sólidos à dieta.

Preto

Caso os papais observem que o cocô do bebê está com uma aparência mais escura, no tom de preto, pode ser que esteja acontecendo algum sangramento no aparelho digestivo ou simplesmente pode ocorrer devido a ingestão de algum alimento de cor escura.

Em todos os casos, se notar que algo não está normal, não hesite em buscar por uma opinião médica. Todas essas dicas servem para que você tenha mais conhecimento sobre alterações que podem ocorrer devido a alguma questão envolvendo a saúde do seu bebê, porém uma consulta médica é sempre indispensável.


Por Lorene Lima
publicidade
publicidade
publicidade