Temperos que as Grávidas Não Devem Consumir ou Devem Tomar Cuidado

Há quem adore temperos fortes, mas ao estar grávida a mulher precisará redobrar certos cuidados com temperos, eles não farão mal ao bebê, mas sim ao processo da gravidez pois provocam várias alterações em seu organismo. 

publicidade

1. Sal – na gravidez muitas alterações que ocorrem no corpo da mulher, uma delas é reter líquidos, portanto ingerir muito sal pode agravar ainda mais esse problema e ainda levar a um aumento da pressão arterial, o que pode causar pré-eclâmpsia.  

 2. Gengibre - um alimento fitoterápico, mas que as grávidas só devem consumir com autorização médica, por exemplo quem toma anticoagulantes não poderá consumir, e além do disso o consumo em excesso pode induzir partos prematuros e provocar abortos

3. Pimenta – ela poderá agravar sintomas que normalmente as gravidas já costumam ter como: azia, refluxo, intestino mais lento, ainda pode causar irritação das hemorroidas principalmente final gravidez.

4. Louro - O consumo diário de louro, e acima de tudo os remédios naturais que o utilizam em sua composição, são contraindicados para mulheres grávidas, pois podem estimular o aborto.

5. Canela – Se a mulher suspeitar da gravidez não deve tomar chá de canela, já que a canela provoca pequenas contrações musculares e desencadear aborto, o ideal é não consumir canela de nenhuma forma.

6. Curry -  use com moderação, para evitar agravamento dos problemas digestivos como azia, refluxo, indisposição estomacal.

7. Cúrcuma ou açafrão – em dose alta pode ter efeito abortivo.

8. Hortelã - ele é uma planta teratogenicidade, ou seja, ela pode     causar dano ao embrião ou ao feto na gravidez

9. Noz Moscada – pode ser abortivo provoca contrações

10.  Alecrim - também não deve ser consumido principalmente nos primeiros dois    trimestres pode ser abortivo.

11. Manjericão - pode ser abortivo provoca contrações

12 .Orégano, -  pode ser abortivo provoca contrações

13. Tomilho - pode ser abortivo provoca contrações-  substância chamada tujona, que pode estimular o útero e provocar abortos involuntários, ou hipertensão arterial. 

14. Shoyu - O molho Shoyu é um alimento repleto de sal e corante, as   grávidas não devem consumir, ele se em alimento industrializado.

15. Sazon – tempero com glutamato monossódico, sal em excesso não deve ser consumido, alimento industrializado.


O prazer da alimentação e a saúde precisam andar juntos nesse momento.

Em qualquer dúvida consulte seu médico.


Fontes:
Relação de Plantas Embriotóxicas, teratogênicas e abortivas comumente utilizadas pela população.
Plantas medicinais para uso na gravidez, parto e durante a amamentação
publicidade
publicidade
publicidade