Tratando machucados em crianças

A hora de limpar e tratar um machucado em crianças é geralmente muito difícil, mas com produtos adequados e muita dose de carinho fica fácil.

publicidade

Se seu filho está naquela fase que todo dia aparece com um machucado diferente, está na hora de você aprender um pouco mais sobre curativos. Sim, as mamães com filhos pequenos também precisam, além de tudo, virar enfermeiras de vez em quando.

Quando se trata de dodóis é preciso muito treino para saber lidar com o drama dos pequeninos. Quando eles aparecem chorando com o joelho ralado, o dedo que prendeu na porta, o olho roxo ou a testa sangrando, nem deixam a mãe olhar direito com medo de sentir mais dor.

Cada vez que eles chegam contundidos, a mãe já sabe que vai ter problemas para cuidar do machucado. Fazer um curativo pode levar horas e precisar de muita conversa até a criança deixar limpar e cuidar do ferimento.

O problema é que, muitas vezes, um simples joelho ralado pode virar um problemão se a pele não for adequadamente limpa e tratada. Isso porque areia e outras sujeiras podem se prender na pele na hora da queda e infeccionar a região.

Portanto, esqueça o choro do bebê, pegue sua caixinha de primeiros socorros e mãos à obra. É fundamental ter em casa um kit completo para esses pequenos acidentes. Com imaginação e investindo nos produtos certos, fica fácil convencer os pequeninos a cuidar do machucado.

Para sorte das mamães, os fabricantes de produtos curativos conhecem muito bem seu principal público, as crianças, e fazem de tudo para aliviar esse sofrimento. No mercado já existem diversos produtos desenvolvidos especialmente para as crianças: embalagem com desenhos, pomadinha que não arde, spray que a própria criança pode aplicar sem mexer no dodói. Tudo isso para fazer do curativo um momento menos dolorido.

Se o machucado for muito grande ou se a criança sentir muita dor, o mais correto é correr para o pediatra ou para o pronto-socorro com a criança. Muitas vezes, pode ser necessário costurar a pele ou engessar.

publicidade
publicidade
publicidade