O Nascimento Prematuro é Um Fator Que Pode Causar Futuros Transtornos?

Neurodesenvolvimento, Problemas Comportamentais, Cognitivos e Emocionais?

publicidade

Prematuridade e as Estatísticas

Atualmente a alta taxa de prematuridade que ocorrem a cada ano é cerca de 15 milhões de partos antecipados no mundo, ou seja, com algum grau de prematuridade, nos países cujos dados apresentados são confiáveis, essa taxa de nascimento prematuro vem aumentando.

Os países mais problemáticos são os de baixa renda, com 11,8%, seguido pelos países de média renda, 11,3%, e países de alta renda, com 9,3% dos casos. O Brasil no ano de 2010 a taxa foi de 11,7% de partos prematuros, ficando na décima posição entre os países mais problemáticos. Segundo estudo nacional, apresentado pela UNICEF (2013).

Período perinatal e as complicações, compreendidas entre as 22 semanas completas de gestação, até os 7 dias após o nascimento, e no período neonatal (do nascimento aos 28 dias de vida) podem atrapalhar o desenvolvimento desses bebês, causar imaturidade neurobiológica que se mostrará sob vários aspectos.

O cérebro do bebê do nascimento até os nove meses duplicará de tamanho. Após o nascimento, cada neurônio forma pelo menos cem mil sinapses ou “pontes” entre si. Nascer prematuro causará um prejuízo nessa conectividade, com uma redução do número destas sinapses.

Crianças prematuras tem tendência a sofrerem patologias causadas pela própria internação em UTI neonatal, todas complicadoras diretamente do neurodesenvolvimento; a falar apneia (falta de respirar), doenças pulmonares, sangramento no cérebro, distúrbios de pressão, etc.

Um pré-natal com acompanhamento regular com médico e sério, diminuirá as chances do parto prematuro, que acarretarão em doenças sérias ao longo da vida. O ideal é que a criança nasça após as 39 semanas, a mãe entrando ou não em trabalho de parto, quando há menos risco de complicações. Reforçando: trabalho de parto antecipado é fator de risco para mãe e para o bebê.

Os Riscos e o Perigo Real.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, prematuros são os nascidos antes de atingir as 37 semanas completas de gestação. Segue abaixo a classificação:

  • Menos 28 semanas: prematuro extremo. sobrevivência de 50 % em países desenvolvidos. Problemas motores, paralisia cerebral, risco elevado para TEA, retardo, mental e visuais.
  • 28 a 32 semanas: Muito prematuro. Podem apresentar TEA, TDH, problemas ansiedade, no comportamento e na linguagem, dificuldades nos relacionamentos afetivos e nas interações sociais. Baixo rendimento de aprendizado e conseguinte escolar.
  • 32 a 37 semanas: Prematuro moderado e prematuro tardio. Atividade escolar medíocre em comparação com crianças que nasceram dentro do período adequado. Sério risco de problemas atencionais e comportamentais.

Os perigos das cesáreas agendadas.

Segundo a especialista, não se deve marcar cesárea, seja por qualquer motivo, salvo por indicação precisa do médico, existe possibilidade de problemas graves por causa desse procedimento. Exemplo o bebê nasceu com dois quilos está bem mesmo com 37 semanas. Essa criança pode dormir, sorrir, mamar e não ter convulsões, mas no futuro, de  4 a 6 anos de idade, ela poderá mostrar uma possibilidade maior a ter uma deficiência de leitura, ter TDAH, Transtorno de Ansiedade e aos distúrbios de aprendizado.

Outros Problemas

Os pais desejando que o bebê nasça no dia do aniversário da mãe, da avô, do avó, como forma de marcar a data dentro da família. Consultar astrólogos para checarem uma data mais favorável para o nascimento da criança.

Não se deve por qualquer motivo, agendar data para o nascimento do bebê, por ser um grande fator grande fator de risco, é preciso que os pais sejam alertados das consequências negativas, marcar a data para o nascimento é algo QUE NÃO SE DEVE FAZER sem que haja uma indicação médica precisa”. 


publicidade
publicidade
publicidade