Livro: Diário de um repolho

Um relato do primeiro ano de vida do bebê sob ponto de vista do bebê

publicidade

Repolho é o apelido de João, o bebê de Vanessa, e o livro traz a narrativa do ponto de vista do João de maneira divertida e descomplicada sobre a rotina da maternidade no primeiro ano de vida do João.

A Autora, que nunca antes consideraria apresentar-se como “nascida para ser mãe”, terminou em Setembro de 2015, com aproveitamento, o primeiro ano da componente prática da Licenciatura da maternidade. Optou por fazê-lo em África, por não ter receio de viver vertiginosamente (qualquer sinônimo, relacionado com imprudência, por favor, ignorar). Com ela levou apenas a sabedoria e o instinto inato a qualquer mãe, ou seja, zero. Dedicou, então, um ano inteiro a pesquisa, observação e trabalho de campo. Sobreviveu a choros desesperados, a noites mal dormidas, fomes e birras (e também a um ou dois queixumes, estes últimos da parte do João), para criar este livro. Longe da pretensão de criar uma obra-prima de literatura, ficou-se por um relato despretensioso de quem assume pouco ou nada saber sobre a aventura de criar um bebê.

"Tenho um ano e escrevi um livro."

Confesso que estranho a reação que isto causa nas pessoas. Mas havia hipótese de não o fazer? Então, passa uma pessoa nove meses a sofrer calada e não deve manifestar? Pois, desde o momento em que consegui dar o meu primeiro BUÁ, decidi que tinha que pôr a boca no trombone. Fico, apenas, com uma dúvida. Será que, no futuro, esta história do "ah e tal, escrevi um livro"  omo uma boa frase de engate? Ou será esta uma má estratégia de marketing?

Site da editora: www.chiadoeditora.com

Livro: Diário de um repolho

publicidade
publicidade