Livro: Coleção FEBRASGO - Medicina Fetal

Maior entidade do segmento, Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia assina Coleção que já nasce como referência e pretende ser um norte para a evolução científica nas próximas décadas

publicidade

A redução da mortalidade infantil é uma das Metas de Desenvolvimento do Milênio definida pelas Nações Unidas. No Brasil, nas últimas décadas, as mortes infantis decorrem principalmente das condições perinatais: malformações fetais (respondem por 11,2%), partos prematuros e restrição de crescimento fetal. 

Ciente desta realidade, a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia inicia sua COLEÇÃO FEBRASGO com o lançamento de um livro numa das áreas mais importantes da obstetrícia moderna: a medicina materno-fetal. Com este primeiro volume da série, a Federação tem a intenção de traçar um norte para a evolução científica da especialidade, uniformizando condutas e estimulando estratégias de prevenção das causas de óbito perinatal. 

A série destina-se aos profissionais e residentes de Ginecologia e Obstetrícia que necessitam de uma fonte para formação, consulta e atualização nas subáreas de atuação. Os livros serão bibliografia indispensável para provas de título e outros certificados de atuações.

Livro: Coleção FEBRASGO - Medicina Fetal

Inicialmente, a série terá oito volumes publicados pela Editora Elsevier, focados em áreas de interesse da obstetrícia e da ginecologia: Medicina Fetal; Endocrinologia Ginecológica; Gestação de Alto Risco; Reprodução Humana; Anticoncepção; Câncer Genital; Câncer de Mama; Doenças Infecciosas em Obstetrícia. 

A COLEÇÃO FEBRASGO contará com cerca de uma dezena de editores associados altamente qualificados;  mais de cem colaboradores nacionais e internacionais de universidades com ações relevantes em cada área abordada; mais de 200 imagens em cada livro; e material complementar no Expert Consult - acervo multimídia da Elsevier exclusivo para conteúdos online que complementam o conhecimento adquirido nos livros. 

Em 2013 a Febrasgo também lança, com a Elsevier, seu Tratado de Obstetrícia, obra única no mercado brasileiro ao abordar várias escolas, de todo o país.  “Esta é a principal ação da diretoria científica da Federação: formatar diretrizes e cunhá-las em guias práticos de conduta, manuais, livros e compêndios que reflitam o melhor conhecimento de forma eclética e democrática”, escreve, na apresentação da série, o diretor científico da Febrasgo e um dos editores do primeiro livro da coleção, Nilson Roberto de Melo. 

O PRIMEIRO LIVRO: Medicina Fetal

Nas palavras do presidente da Federação, Etelvino de Souza Trindade, na apresentação do volume, "o feto emerge como um paciente e a saúde materna entra em uma nova dimensão. Como parte integrante dos processos fisiológicos ou patológicos do binômio materno-fetal, ele exige dos que lidam com a Medicina Materno-Fetal vasto conhecimento das complicações da gravidez que afetam a mãe e/ou o feto e com as várias modalidades disponíveis para o diagnóstico, avaliação e tratamento. Este livro é fruto dessa visão”.

Conhecimento de várias escolas

Segundo o outro editor da obra, Eduardo Fonseca, o primeiro livro da COLEÇÃO FEBRASGO é o único sobre o tema que reflete a realidade do país, ao reunir conceitos de diversas escolas médicas nacionais, e não apenas o de uma instituição acadêmica. “Devemos observar as características de uma nação e este livro traz a abordagem eclética necessária para a atuação dos profissionais em qualquer região brasileira”.

Capítulo de Kypros H. Nicolaides

Os colaboradores de Medicina Fetal são grandes nomes da literatura nacional e internacional na área. O livro é o primeiro do assunto, no Brasil, a ter um capítulo escrito pelo maior pesquisador na área de fisiologia e prevenção de partos prematuros no mundo, o inglês Kypros H. Nicolaides, professor de Medicina Fetal da Escola de Medicina do King´s College London. “Dr. Kypros consolidou a maioria das terapêuticas fetais realizadas na presente década e atuou na formação dos mais importantes especialistas em medicina materno-fetal do mundo”, ressalta o editor. Outro profissional renomado presente na obra é Roberto Romero, pesquisador da área Perinatologia do National Institute of Child Health and Human Development, do National Institutes of Health e do Department of Healh Human Services, nos Estados Unidos. 

Um atlas multimídia

Medicina Fetal tem 40 capítulos e, no Expert Consult - acervo multimídia da Editora Elsevier de material complementar online – 40 vídeos e casos clínicos. Os vídeos trazem desde problemas simples como a anencefalia, até casos raros como malformação cardíaca, de face, do sistema nervoso central, de parede abdominal. A finalidade, de acordo com Eduardo Fonseca, é atender os médicos que praticam a chamada medicina fetal armada - através de ultrassonografia e procedimentos diagnósticos e terapêuticos invasivos – e, na mesma medida, despertar os obstetras que precisam orientar pacientes com as diretrizes corretas em seus consultórios, desmistificando conceitos errôneos sobre alterações que possam ocorrer. 

COLEÇÃO FEBRASGO - Medicina Fetal
Autores: Nilson Roberto de Melo e Eduardo Fonseca
Editora Elsevier
Páginas: 464
Formato: 21x28

EDITORES

Eduardo Borges da Fonseca
Professor adjunto da Universidade Federal da Paraíba;
Doutor pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo;
Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela FEBRASGO;
Título de Habilitação em Medicina Fetal pela FEBRASGO;
Research Fellow Harris Birthright Centre - King’s College Hospital NHS Foundation Trust.

Nilson Roberto de Melo
Professor Livre Docente em Ginecologia pela Faculdade de Medicina da USP;
Diretor Científico da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia-FEBRASGO (2011 – 2015) e Presidente da FEBRASGO (2005-2008) e (2008-2011);
Membro do Executive Board International Society of Gynecological Endrocrinology;
Presidente da Federación Latino-Americana das Sociedades de Climatério y Menopausia – FLASCYM  -(1996-1999) e Presidente Honorário da FLASCYM;
Presidente da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo- SOGESP-  (1997- 2001);
Presidente da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana- SBRH (2002- 2004);
Presidente da Federación Latinoamericana de Sociedades de Obstetricia y Ginecologia - FLASOG (2008-2011).

Site da editora: www.elsevier.com.br

publicidade
publicidade