Desnutrição em crianças internadas

Atenção à desnutrição das crianças nas internações

publicidade

Quando nossos filhos ficam doentes, sejam bebês ou um pouco maiores, precisando de internação em hospital, o coração dos pais fica apertado. Não vemos a hora dos pequenos terem alta e voltarem para casa o mais rápido possível. O problema é que essa internação pode ser estendida por conta de falta de atenção com o “peso” das crianças na internação.

Um estudo brasileiro envolvendo profissionais da Sociedade Brasileira de Pediatria e a Organização Pan-Americana da Saúde constatou que 16,3% das crianças monitoradas na admissão apresentam desnutrição moderada ou grave nos hospitais. Contando que apenas um pouco mais da metade das crianças são avaliadas nutricionalmente quando chegam ao hospital.

Saiba que a avaliação nutricional é muito importante, já que a desnutrição pode alongar a estada da criança no hospital ou até causar a morte (20% a 30% das crianças desnutridas morrem durante o tratamento). A desnutrição é a segunda maior causa de morte entre as crianças.

Bebê na incubadora - Getty Images

A falta de treinamento e conhecimento dos profissionais de saúde como médicos e nutricionistas e até a falta de materiais agravam a avaliação nutricional das crianças. Mesmo que a maioria dos hospitais tenha uma equipe para fazer a terapia nutricional, as crianças não têm o acompanhamento adequado.

Leite materno - Um exemplo do mau acompanhamento nutricional é o uso do leite de vaca integral inapropriado para crianças de até doze meses, pois contém substâncias que podem causar alergias e diarréias levando à desidratação. O uso é mais indiscriminado quando a criança está na faixa dos seis aos doze meses.

A falta de atenção com os cuidados com a nutrição das crianças faz com que 20% delas percam mais de 2% do seu peso na primeira semana de internação, colocando-as ainda mais em risco. A debilitação por conta da doença já faz com que a criança não queira comer e, por vezes, deve ficar em jejum para realização de exames.

Para evitar essa perda de peso e a desnutrição há vários recursos que podem ser avaliados e realizados para cada criança pela equipe do hospital, gerando uma cura mais rápida e diminuição dos dias de internação da criança.

Dicas

Mantenha sempre uma alimentação saudável para sua criança. Assim, ficar doente será mais difícil.

Preste atenção nos dias que a sua criança ficar internada e se houver perda de peso, converse imediatamente com o médico

Crianças abaixo de um ano não devem ingerir leite de vaca e as menores de seis meses somente leite materno.


publicidade
publicidade