Aprendendo e Brincando com a Música

Uma das formas mais saudáveis e eficientes de educar e ensinar crianças pequenas é através da música e melhor ainda se ela envolver brincadeiras.

publicidade

Quando a criança completa dois ou três anos de idade, sua linguagem já está bem desenvolvida e seu vocabulário é vasto. Nessa fase, eles são atraídos não apenas pela melodia das canções, como quando eram bebês, mas também pela letra das músicas.

As letras podem sugerir coreografias e gestos que ajudam a compreender a mensagem. “Cabeeeça, ombro, joelho e pé...joelho e pé”, diz a canção. E a criança aponta as partes do corpo. “E o pequeno bote dos indiozinhos, quase, quase que virou”, e a garotada sentada no chão joga o corpo para trás.

Em geral, as canções infantis sugerem que as crianças se movimentem, pulem, rebolem, balancem os braços, façam roda, imitem os bichos.

A música ajuda a criança a desenvolver a expressão corporal e verbal, enriquece o vocabulário, ajuda na compreensão, na coordenação motora, na memória e até no comportamento. 

Não é à toa que nas escolinhas infantis a maioria das atividades propostas pelas professoras às turmas dos alunos mais novinhos envolve músicas. Cantando, a criança encara as obrigações e as atividades rotineiras de uma forma mais divertida. 

Na hora do recreio as crianças cantam “meu lanchinho, meu lanchinho, vou comer, vou comer...”. E assim vai. Quando é hora de arrumar a bagunça, as professoras entoam “tá na hora de guardar, de guardar, de guardar”. E a criançada já sabe o que deve fazer. Existe musica para tudo: para fazer fila, para dar bom dia para os amiguinhos, para agradecer a comida e para se despedir.

Em casa, os pais podem aprender as canções infantis com os filhos e dar continuidade ao aprendizado da escolinha. Peça para a criança ensinar as letras e as coreografias, e cante e dance com ela.

Se quiser aumentar o seu repertório, procure discos de músicas infantis. As crianças vão se interessar tanto pelas cantigas de roda quanto pelas músicas mais atuais e animadas.

Lembre-se de selecionar bem as músicas. Se a letra da canção não tiver nada de bom para ensinar ao seu filhote, pule para a próxima! 

publicidade
publicidade